Você pode fazer TUDO com três produtos: vinagre, bicarbonato de sódio e óleo de coco. Tá, não tudo, mas quase. Você economiza bastante por causa da versatilidade de cada um e eles não são agressivos como os produtos de limpeza padrão, são biodegradáveis e naturais. Por isso, você pode substituir várias coisas por esses três produtos, economizando dinheiro e embalagens. (Obs.: comecei a fazer esse post com os três ao mesmo tempo, mas como ia ficar enoooorme, resolvi dividir em partes!)



VINAGRE DE ÁLCOOL
O principal uso dele é na limpeza, mas além disso, ele tem alguns usos cosméticos. Enfim, é super versátil mesmo, tem que ter em casa! Eu uso assim:

- para limpeza da casa (super eficaz como antifúngico e antibactericida, pode ser usado na pia da cozinha pra limpar depois de lavar a louça, pra tirar mofo de móveis, pra limpar o banheiro e desinfetar, em utensílios que criaram limo, diluído em água para o chão, para borrifar a cama e evitar ácaros, etc)

- para limpeza pesada (borrife a área com vinagre, coloque cerca de 1 colher de chá na esponja ou pano e esfregue bem a área. Eles reagem e limpam muito bem, esse foi o melhor jeito de limpar o box de vidro do banheiro que já testei. Também já coloquei um pouco de bicarbonato e derramei vinagre pra eles reagirem em manchas de roupas, como na axila que sempre fica manchado e bem sujo)

- para lavar folhas e vegetais (deixe de molho numa solução de 1l água com cerca de 100ml de vinagre por uns 10min, depois enxague bem, seque as folhas e vegetais e guarde ou coma)

- para deixar os cabelos sedosos (borrife e faça uma touca, o PH do cabelo é mais ácido, então o vinagre ajuda a deixar o PH mais perto do ideal e fecha as cutículas dos fios. É maravilhoso!)

- para limpeza de pele e secar espinhas (para secar espinhas, misture 1/2 colher de chá de vinagre de maçã com 1/2 colher de chá de argila verde e passe na espinha. Deixe uns 10 min e lave com água morna ou fria. Para limpeza de pele, faça a mistura com 2 colheres de chá de cada ingrediente e aplique no rosto. Eu deixo só 10min pq sinto um calorão e tenho medo de deixar mais e irritar a pele. Depois de enxaguar a pele fica vermelha e bem quente, porque ativa a circulação da área. E fica super limpa e macia!)

- para combater piolhos (faça touca de água morna e vinagre, deixe agir por horas e depois passe o pente fino. O cabelo também fica mais sedoso como a gente já viu ali em cima, rs)

- para desentupir pias e ralos (essa dica eu vi no Trash is for Tossers, na receita da Lauren tem outras proporções porque é um ralo de banheira. Coloque 2 colheres de sopa de bicarbonato de sódio no ralo e derrame cerca de 100ml de vinagre. Eles vão reagir, então tampe o ralo e deixe uns 5min tampado. Depois, jogue cerca de 1L de água fervente (ou bem quente) e voilá! Já testei na pia da cozinha e funcionou super bem mesmo)

- como amaciante de roupas (sim, use a quantidade de amaciante não-concentrado de vinagre nos ciclos da máquina de lavar roupas. O vinagre ajuda a amaciar as roupas e também ajuda a não desbotar e como antifúngico)

- para limpar caixinha de areia e tirar cheiro de xixi de gato (update: esqueci de  falar de uma das funções que mais uso. Tire a areia e jogue bastante vinagre, o suficiente pra entrar em contato com toda a superfície da caixinha. Deixe uns minutos, enxague e seque. O cheiro sai na hora, desinfeta e limpa a caixinha e não incomoda nosso amigo gato com cheiros de desinfetantes. Além disso, se ele fizer xixi fora do lugar, limpe com bastante vinagre que ele neutraliza o cheiro rapidamente)

No final das contas, você não vai precisar comprar sete itens: 1. desinfetante, 2. vanish, 3. cremes para limpeza de pele, 4. soda cáustica para desentupir ralos – que é muito tóxica e não faz bem para o encanamento –, 5. remédio para piolho, 6. amaciante de roupas, 7. água sanitária – que é geralmente usada para lavar vegetais.


Uma foto fancy do meu lixo bonito da cozinha :)

O lixo orgânico é basicamente um amontoado de restos de vegetais aqui em casa já que não como carne. Atualmente faço como todo mundo: junto num lixinho ao lado da pia, dentro de uma sacolinha plástica e quando o cheiro está horrível, levo pra lixeira do prédio.

O jeito mais legal de "jogar fora" é compostagem! Você transforma esse lixo em adubo pra usar nas plantas de casa, jogar no canteiro do prédio, doar ou vender pra alguém. Você não faz nada, na verdade, quem faz são as minhocas que vão morar na composteira. O mais legal é que é simples, você deixa de jogar cerca de metade do lixo produzido fora (e que, nos aterros, não tem um fim útil) e ainda ganha um adubo riquíssimo para ter horta em casa!

Como funciona?

Uma composteira tem, geralmente, 3 andares. O de cima é onde você deposita os resíduos e cobre com serragem. O do meio é onde os resíduos estão sendo processados pelas minhocas. O terceiro e último é onde cai o chorume "do bem" (livre de bactérias e cheiro ruim).

1. Você coloca os restos de alimentos em cima de uma camada fina de húmus com minhocas e cobre tudo muito bem com folhas secas ou serragem. O ideal é que você demore cerca de 1 a 2 meses para encher o reservatório porque esse é o tempo que demora para as minhocas comerem tudo, por isso existem composteiras de vários tamanhos - dependendo de quantas pessoas moram na sua casa.

2. Quando o reservatório de cima estiver bem cheio, é só trocar de lugar com o do meio. As minhocas vão comer tudo e, quando o material orgânico for diminuindo, elas vão automaticamente para o andar superior (as caixas precisam ter furos para elas subirem).

3. Depois de cerca de 1 mês, na caixa do meio só vai ter húmus. Você pode tirar aos poucos, raspando com cuidado, pra não acertar nenhuma minhoca. Dá pra colocar a caixa no sol pra ajudar, porque as minhocas vão afundando e indo mais pra baixo porque detestam luz.

4. O chorume que fica no último reservatório é um super adubo líquido & pesticida natural. É só diluir em água e borrifar nas plantas.

Aqui tem um vídeo super legal do pessoal da Morada da Floresta ensinando como usar composteiras:


Como fazer compostagem em casa from Morada da Floresta on Vimeo.

- Mais informações nesse Guia da Composteira do Ecycle.

Como ter uma?

Bem, você pode comprar ou fazer em casa. No site Morada da Floresta existem composteiras bem legais, de vários tamanhos para vários tipos de famílias que vem com serragem, húmus e minhocas, é só montar e começar a usar (recomendo mandar uma mensagem perguntando se tudo bem enviar dependendo de onde você mora por causa das minhocas). Também vi composteiras domésticas para vender no site Paz em Gaia.

Também achei um passo-a-passo de como fazer uma composteira em casa a partir daqueles potes enormes de margarina industrial, que restaurantes geralmente compram (e descartam). É bem parecido com um que meu pai tinha me dito pra fazer, então vamos testar. Se funcionar, volto aqui pra contar. A lógica é a mesma, com a vantagem de ser mais barato e de reutilizarmos potes que iriam pro lixo (mesmo que o reciclável!). Com a desvantagem que tem que encontrar minhocas pra vender (não faço ideia ainda).

Go compost e lixo zero! :)
Reutilizar é um dos princípios para produzir menos lixo. E uma das coisas que a gente pode e deve buscar é roupa usada. Brechós são uma das saídas mais comuns, mas também dá pra organizar um evento com as amigas e trocar roupas que a gente não usa mais. Né?

E é com esse sentimento de pensar nossas roupas como itens menos descartáveis e dum jeito mais carinhoso que surgiu o movimento Roupa Livre, organizado pela Mari Pelli, Elisa Dantas e Gabriela Mazepa. Quinta-feira da semana que vem, às 19:30, estarei com a Mari e a Naiara, do blog Pedal Glamour, num evento do Roupa Livre, pra falar dessa relação entre minha busca por produzir menos lixo e as roupas.

Ah, e além dos papos, vai ter evento de trocas de roupas! É só se inscrever aqui.