De todo o lixo que nós produzimos, mais da metade é aquele que chamamos de orgânico: restos e cascas de alimentos, basicamente. Todo esse material acaba indo para os aterros sanitários e se degradando de forma inadequada, gerando mau cheiro, atraindo animais que podem causar doenças e aumentando o risco de contaminação de água e solos (por conta do chorume).

Quase todo esse lixo orgânico poderia ser tratado nas casas das pessoas, através de um processo de compostagem, que possibilita que ele retorne, em forma de adubo, à natureza. A compostagem é um processo ainda não muito conhecido, mas que vem ganhando cada vez mais adeptos. Um dos jeitos mais comuns de fazer compostagem caseira é com a ajuda das minhocas, que comem o material orgânico e o trasnforma em húmus, um adubo riquíssimo em nutrientes.

Um projeto incrível chamado Composta São Paulo foi criado pra estimular esse tipo de reciclagem de orgânicos. Através de uma chamada pública onde as pessoas se inscreviam e as famílias selecionadas ganhavam composteiras e suporte para aprender como usá-la. O site agora tem os resultados desse projeto e algumas respostas a muitas dúvidas que normalmente temos. Usamos algumas dessas informações como base para esse post.

Abaixo, vamos explicar um pouco o que é e como funciona a composteira de minhocas normalmente usadas em residências, como é simples de fazer em casa e diminuir a quantidade de lixo que você e sua família mandam diariamente para o aterro sanitário.

O que é uma composteira de minhocas?

Uma composteira é o lugar onde vai acontecer a compostagem, que acabamos de falar. É onde você vai colocar o material orgânico e, dependendo do tipo de composteira, a decomposição vai acontecer com ajuda do calor, das minhocas ou outra coisa (existem vários tipos).

Uma composteira com minhocas precisa de, no mínimo, três andares: o terceiro, onde o lixo orgânico vai sendo depositado e coberto com o material seco (serragem e folhas secas) e, quando cheio, fica em repouso por cerca de um mês. Durante esse tempo de repouso, o segundo andar vira o terceiro e começa o ciclo de novo. Estes dois andares são onde acontece a compostagem do material. O primeiro andar é o que recolhe o líquido que escorre (os andares são intercalados com furinho para o líquido descer, e as minhocas se movimentarem).

No final desses trinta dias, o chamado período de repouso, o material que sobra é um húmus, que parece terra, super nutritivo para as plantas e com cheirinho de terra molhada. Nada disso dá mau cheiro, se tudo for feito corretamente. O excesso de umidade pode facilitar a criação de mosquinhas, por isso é importante cobrir tudo muito bem com serragem. Além das minhocas, acabam aparecendo outros bichinhos pequenos, como formiguinhas, que também ajudam no processo de decomposição dos alimentos. É tudo limpo e, seguindo todas as etapas, não há risco nenhum de contaminação.

Por serem recipientes, existem tamanhos de acordo com a produção de lixo e o número de pessoas da sua casa. Esse tipo de composteira é ideal pra quem mora em apartamento e não tem quintal pra enterrar os restos de alimentos.

O que pode e o que não pode ir numa composteira?

Algumas coisas tem passe livre, outras pode só de vez em quando e outras são proibidas de colocar numa composteira de minhocas.

O que pode sempre: frutas, verduras, legumes, grãos, sementes, saquinhos de chá, erva de chimarrão, borra e filtro de café e cascas de ovos.

O que pode de vez em quando: frutas cítricas, laticínios, comidas cozidas, guardanapos e flores ou ervas medicinas.

O que não pode: carnes, limão, temperos fortes (alho, pimenta, cebola), líquidos (iogurte, caldos, sopas, etc), óleos e gorduras, fezes de animais domésticos e papel higiênico.

Para ajudar no processo, o ideal é não colocar as cascas dos restos de alimentos sem dar uma cortadinha em pedaços menores. Não é nada gourmet, é só para os pedaços ficarem um pouco menores mesmo.

Como é ter uma composteira em casa?

Eu tenho uma composteira desde o começo do ano e me sinto muito feliz em não precisar mais jogar os restos de comida fora. A primeira coisa que achamos é que ela vai dar um mau cheiro horrível e infestar a casa, certo? Mas não dá. Se tudo for feito direitinho, fica com um cheiro de terra molhada. As minhocas vão se reproduzindo, crescendo e dá pra vê-las se escondendo da luz cada vez que nós abrimos a tampa (eu acho isso muito legal, para quem tem criança em casa é um ótimo jeito de entender a natureza).

Em um primeiro momento, a ansiedade fica toda por conta de ver o lixo sendo processado. Mas como é um processo lento, pode ser meio frustrante no começo. Você precisa de mais ou menos uma ou duas semanas para ver alguma diferença nesse processo de decomposição. Além disso, passei a cuidar muito mais do desperdício de comida, até mesmo para controlar a quantidade de resíduo e não encher os andares e ficar sem espaço.

Dúvidas? Tem uma composteira em casa? Compartilha conosco as ideias nos comentários e vamos levar essa ideia para cada vez mais pessoas.



Para comprar: Morada da Floresta.
Para fazer em casa: passo a passo.

*Post originalmente publicado no Modefica.com.br. Para acessar o post completo, clique aqui.

14 comentários

  1. Boa tarde!
    Comecei uma compostagem há algumas semanas. Improvisei com um gaveteiro de plástico, com os três andares necessários. O primeiro encheu em menos de duas semanas. Acabei mudando a posição antes do indicado. O que posso esperar disso? Tem como corrigir?
    Outra coisa que apareceu nos últimos tempos é aquele mosquitinho bem pequeninho, sabe? Eu abro a gaveta e sai uma revoada. Não é a mosca da fruta. É um bem menorzinho.
    Como existe um pequeno espaço entre os andares, imagino que eles entram através dele. Já experimentei colocar uma espécie de lençol bem fino sobre toda a estrutura, mas eles continuam aparecendo. Como eu corrijo isso?
    Outra pergunta: posso colocar cascas de cebola e alho (aquela parte mais seca) e cascas de pinhão?
    Obrigado e parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Anônimo :) Haha
    Então, se encheu tão rápido, é porque o tamanho que você escolheu é menor do que o indicado pra sua família e produção de lixo orgânico. Se você produz essa quantidade sempre, não vai ter espaço na composteira daqui um tempinho breve. O ideal é que demore pelo menos um mês pra encher porque demora mais ou menos esse tempo parada pras minhocas decomporem. Depois de decomposto, você pode tirar o húmus e liberar espaço pra colocar mais vegetais.
    Eu tô com esse problema da mosquinha também. É essa de fruta, né? Elas devem vir junto com frutas como banana. Um jeito de tentar controlar elas é tentar não deixar tão úmida a caixa, porque fica mais fácil delas se reproduzirem desse jeito (bem úmido). Vou tentar agora fazer uma armadilha pra elas que é deixar um pote com vinagre de maçã e detergente/sabão. Elas entram ali atraídas pelo vinagre e morrem (tadicas).
    Pode colocar as cascas todas sim! :) Eu coloco tudo que é restos de alimento, mesmo os proibidos. Mas não recomendo porque não se recomenda, né? Então prefiro não dar dicas erradas. Mas o lance é observar se dá algum problema.
    Obrigada pela visita, e se precisar, pode mandar email para cristal@umanosemlixo.com :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Cristal! Vou experimentar essa armadilha também. Tadicas hehehe
      E, sim. Acho que vou ter que trocar de composteira, porque aqui em casa consumimos muitas frutas e saladas. Por enquanto vou tentando arrumar mais uns cantinhos. :)
      Valeu e parabéns pelo blog e pelos gestos todos!
      Té mais!

      Excluir
  3. Oi Cristal (:
    Não entendi direito uma coisa... Quando o 2º andar fica pronto com o húmus, a gente retira só o tanto que quiser pra colocar em plantas e tal? E se eu não quiser retirar nada, posso deixar ali na caixa pra começar a preencher novamente com o lixo orgânico ou essa terra precisa ser trocada por uma nova? E o 1º andar fica apenas com o chorume orgânico e mais nada, né?
    Obrigada! Adoro seu blog <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lara :)
      Isso, quando o húmus fica pronto você retira um pouco e aduba plantas e faz novos vasinhos. Ou doa pra alguém que queira fazer isso. O resíduo total diminui de volume depois de decomposto, então libera espaço, mas não tantoooo assim. O ideal é tirar um pouco pra não encher tão rápido depois de novo.
      O 1º andar fica só com o líquido - que demora pra aparecer - e o idea é ir tirando pra não deixar a composteira muito úmida. Esse dá pra jogar em qualquer planta que é BOOM de crescimento haha
      Obrigada <3 volta sempre!!!

      Excluir
  4. Olá Cristal, acabei de conhecer seu blog por linkagens aqui e ali à partir do blog Vida organizada que sigo e adorei esse post (ainda não li os outros, mas vou ler) e já to querendo fazer uma composteira também!

    Posso deixar a composteira num lugar isolado, tipo no banheirinho da empregada, fechado? Ou seria melhor num lugar aberto, tipo na varanda?

    Sempre morro de dó quando acabo deixando comida estragar na geladeira sem nem ter comida ou usado pra preparar nada, assim transformando em adubo e não só jogado fora, aliviará um pouco a consciência, além de fazer bem pras minhas plantas! =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Marcela!
      Desculpa a demora em responder, às vezes perco uns comentários :(
      Pode colocar em qualquer lugar! Antes eu deixava ela na área de serviço que era separada da cozinha, agora como elas são juntas, a composteira tá praticamente na cozinha :)
      Beijos!

      Excluir
  5. oi Cristal... na hora q ele passa a segunda caixa pra cima... nao entendi...ela deve ser preparada com terra e minhoca como a primeira? ou nao?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Edna.
      Sim, isso já deve estar pronto. A que eu comprei já veio com os dois andares com húmus e minhocas. Até porque como tem furos, as minhocas podem acabar mudando de andar. :)

      Excluir
  6. Boa tarde! Desculpe as perguntas talvez tolas, mas tô começando a pesquisar agora e tenho muitas dúvidas. 1-O terceiro andar deposito os restos recomendados e posso tampar com a própria tampa plástica do pote apenas? 2- faço furos no fundo do terceiro andar e é o chorume que escorre pro segundo andar, certo? O que posso fazer com este líquido?? 3- Pra quê serve o primeiro andar?? Rs 4- E essas minhocas surgem da onde??? Por favor me ajudem!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Cátia!

      Você viu o vídeo do post? Ele é bem útil pra entender essa confusão de andares haha
      1) O andar que a gente vai colocando os restos de alimentos tem que ficar fechado sim, tudo tem que ficar tampado pra não dar bichinhos (moscas, etc).
      2) Todos os andares tem que ter furos pra se comunicarem. O líquido que escorre é um fertilizante, então você pode colocar em plantinhas diluído em água. Ou borrifar nas plantas protegendo de pragas (ele funciona como pesticida natural tbm).
      3) O primeiro andar é onde esse líquido que vai escorrendo fica recolhido. Por isso geralmente tem uma torneirinha. Tem que recolher o líquido de vez em quando daí :)
      4) As minhocas geralmente tão no kit de minhocários prontos, como esse da Morada da Floresta. Se você for fazer em casa, tem que comprar algumas pra começar, depois elas vão se reproduzindo :)
      Espero ter ajudado!

      Excluir
  7. ola.parabens pela sua iniciativa. nao vai mudar o mundo mas vai ajudar a melhorar as mentes ao seu redor e assim quem sabe um dia ja comecar a fazer a diferenca no mundo ne.

    mas entao eu ate quero fazer isso faz um tempao mas o problema eh q os alimentos q mais co nsumo sao os proibidos.... e agora?
    obrigada

    ResponderExcluir
  8. link de como fazer sua própia composteira no youtube.

    https://www.youtube.com/watch?v=uiMg6MOkjJ0

    ResponderExcluir
  9. Olá meu nome é Danylo sou de Goiânia e numa pesquisa sobre compostagem acabei achando o seu blog. estou concluindo meu curso tecnico em logistica pelo senac e minha conclusao sera o reaproveitamento do dejetos organicos para compostagem, gostei muito do seu blog com as dicas e sera util para minha pesquisa. parabens.

    ResponderExcluir