Lavar louça sem produzir lixo é super fácil! Talvez você não tenha pensado sobre sua esponja amarelinha pra lavar louça até hoje, mas trago notícias tristes: elas não são recicláveis, nem compostáveis e vão direto pro aterro sanitário (se forem encaminhadas corretamente na coleta de lixo!). Até existem alguns projetos de coleta de esponjas, eu sei, mas isso não resolve o problema. Quase o país inteiro segue sem esses projetos especiais. Por isso, o jeito é usar outras alternativas pra lavar louça sem produzir lixo.

Sabão de coco em barra


De novo ele. Eu troquei os detergentes líquidos, cheios de lauril sulfato de sódio que fazem um mal danado pra nossa pele e pro meio ambiente, além de durar pouco e sempre ter uma embalagem PET pra descartar por um sabão de coco em barra. ;) Sempre tento comprar da marca Milão, mas também compro da marca UFE. Lembre de ler a composição e procurar por óleo de babaçu ou óleo de coco. Se não tiver, é sabão de qualquer outra coisa só com fragrância de coco.

Bucha vegetal


Você provavelmente conhece a bucha vegetal, mas só usou até hoje pra tomar banho. Pois agora ela vai ser sua esponja de lavar louça também! :) É só usar do mesmo jeito que a esponja plástica, mesmo. No começo eu senti um pouco até me adaptar, porque a bucha não é tão densa, então você não pode molhar com tanta frequência. Além disso, o sabão de coco também enxágua mais fácil, então não fica pra sempre saindo espuma da esponja como o combo detergente + esponja plástica.

Você consegue comprar sem embalagem em feiras livres, floriculturas, lojas de produtos naturais. Tem umas muito grandes, de até 1m! Isso dura mais ou menos um ano de esponja em casa! É também muito mais barato, viu? Fora que você pode ter a mesma sorte que eu e conhecer alguém que tem uma plantinha de bucha em casa e ganhar esponjas.

Não tenho nenhuma panela que corra o risco de riscar, mas duvido que isso aconteça com a bucha. Depois que ela molha, ela fica mais mole e macia. Bucha vegetal não risca panelas, pode ficar tranquilo!

Pra manter limpinha sem risco de contaminação (que é menor que das esponjas plásticas) o mesmo cuidado vale: deixar de molho na água fervente de vez em quando (eu coloco um pouco de vinagre), sempre depois de usar lavar com sabão e deixar secando. Dura uns 2 meses até ela ficar molinha demais, aí é só colocar na composteira e, como ela é uma planta, se decompõe naturalmente! ;)

Escovas de cerdas vegetais



Comprei essas duas escovas na Liberdade, em São Paulo. Tem uma loja gigante lá, acho que a maior, que sempre tem essas escovas. Elas são ótimas pra limpar panelas e lavar vegetais -- é o que eu faço com a de cabo e sem cabo respectivamente.

As cerdas delas são de piaçava, uma palmeira. Na textura, parecem feitas de plástico, é bem durinho! Amo pra limpar panelas porque a bucha não é tão eficiente como a outra esponja, que é super abrasiva. Usei durante muuuito tempo a primeira que comprei de cabo, tipo um ano! Mantive os mesmos cuidados de limpeza da bucha, e como uso com menos frequência, ela ficava sequinha e limpa pra não apodrecer.

Se você não conseguir essas escovas, também não precisa sofrer! Eu comprei porque achei por acaso e quis testar, amei e sigo usando. Sempre que vou pra São Paulo, passo lá na Liberdade pra comprar caso precise. Mas só a bucha vegetal é suficiente, viu.

11 comentários

  1. Eu estou lavando louças com bucha vegetal há um ano e fica realmente limpo, não danifica panelas, e acaba na composteira, então apenas vitórias.
    Ferver água e jogar sobre ela diariamente tb é uma alternativa pra quem não quer deixar de molho. Tb é legal usar bicarbonato de sódio na lavagem de panelas, mas o sabão de coco é mais que suficiente.
    Uma coisa apenas: se na panela ficarem coisas encrustadas e a esponja já estiver molinha, pode ser um pouco mais difícil retirar os resíduos. Mas pra essas ocasiões sempre é possível esfregar um pouquinho mais ou usar uma esponja de piasava (que eu adorei, por sinal)

    ResponderExcluir
  2. Já alterei as da pia aqui de casa pela bucha vegetal! Melhor dica! Valeu! Agora vou procurar as de piaçava! Amo seu blog <3

    ResponderExcluir
  3. E para arear panelas? Adoro uma panelinha brilhando, aí uso sabao em pasta + bombril. Qual seria a alternativa?

    ResponderExcluir
  4. Gente, tô impressionada, não imaginava que poderia colocar minha bucha na composteira depois. Amei a dica! Uso a uns anos uma escovinha para lavar vegetais que comprei na Etna que é toda de materiais renováveis, chama full cicle.

    ResponderExcluir
  5. Nossa vou confessar, ganhei uma esponjona dessa e não sabia quanto "banho" ia ter que tomar para acabar com ela porque dura muuuuito... resolvido. Ela limpa bem as "cracas" da panela? (pra eu saber se tem que deixar mais de molho....

    ResponderExcluir
  6. vc lembra em qual lugar da liberdade tem essa bucha? vou lá sempre mas nunca vi...

    ResponderExcluir
  7. Oi Cristal, depois que li isso no seu blog há algum tempo adotei o mesmo sistema. Sabão de coco e bucha vegetal. No final quando fica ralinha... vai para a composteira. Quando tem alguma sujeirinha grossa, coloco um pouco de bicarbonato na bucha e tira tudo. Eu ainda achava a cuba da pia meio engordurada, mas fiz o sabão líquido que você ensinou aqui e uso para lavar a pia no final, dai ficou tudo perfeito!
    Obrigada por dividir tanta informação.
    Depois do seu blog já mudamos muito por aqui. bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que ótimo saber tudo isso, Telma! Aquele sabão líquido é poderoso, né? :)

      Excluir
  8. Olá muito boa noite!!
    Muito obrigada pela página e maravilhosas ideias que nos dá económicas e amigas do ambiente, gostava de perguntar aonde compra o sabonete de côco, se há alguma marca específica, pois aqui em Portugal é difícil arranjar!!Um grande beijinho!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ois! Em Portugal é mais fácil de achar sabão de castela artesanal, não é? No Brasil que temos o costume de usar sabão de coco, porque azeite de oliva é muito caro por aqui. ;)

      Excluir
  9. Amei as dicas. Esse sabão eu acho com facilidade aqui no interior e faz todo sentido usar um produto que nao precise de descarte como o vidrinho do detergente. Amo essas reflexões que vc gera na gente, coisa que a gente nunca tinha parado pra pensar antes. Beijo!

    ResponderExcluir