A Bioart foi uma das primeiras marcas naturais que conheci quando comecei a procurar por isso. Na época eles tinham menos produtos, mas todos pareciam muito legais – principalmente por usarem argila na composição, que faz com que esses produtos tenham função terapêutica também.

Recebi alguns produtos de presente e aproveitei pra fazer uma entrevista com a criadora da marca, a Soraia Zonta. Ela é especialista em desenvolvimento de formulações de cosméticos pela Associação Brasileira de Cosmetologia e criou a Bioart por ter uma pele muito sensível. Ela não encontrava produtos pra usar e resolveu criar a própria marca de maquiagens e cosméticos naturais, orgânicos e veganos. E já ganhou prêmios como “Homenagem Jovem Empreendedora Beleza” da Ecoera e Vogue 2015 e o “Prêmio Mulher de Negócios: Categoria Ouro” do Sebrae 2015 - 2016.

Além das maquiagens, a Bioart também tem perfumes, sabonetes, hidratante pro rosto e máscaras de argila. Lê até o final porque tem: minha opinião sobre os produtos que testei (lembrando que não sou expert em maquiagem, é minha opinião como usuária comum, assim como você!), todas as perguntas sobre a história da marca e também as perguntas dos leitores lá do nosso grupo do Facebook que falam sobre o valor final dos produtos, os conservantes e a preocupação com o descarte das embalagens.

Máscaras de argila dourada e roxa

Os produtos que testei

Rímel: foi o primeiro rímel natural que testei. Não gostei, achei que ele é leve demais, quase não sinto diferença. Além disso, senti que ele derrete muito rápido e costuma borrar e sair fácil - talvez seja porque em Floripa é super úmido. Faz bastante tempo que comprei, talvez a formulação tenha mudado, mas não testei o novo.

Base: adoro o cheiro da base, que é bem doce e lembra baunilha. Mas a cor não é a certa pra mim, que sou bem clara e rosada. A base tem aquele tom amarelado - bem brasileiro - e é um pouco mais escura que minha pele. Apesar de que você pode esfregar bem com a mão ela no rosto que ela fica um pouco mais clara. A cobertura é bem bem leve.

Primer: gosto bastante da textura que o primer dá na pele. Realmente dá aquela "aveludada". É muito bom pra usar sombra de pó solto depois, fica bem grudadinho.

Sombras: eu fiquei impressionada com as cores e brilhos das sombras. Minha preferida é a sombra iluminadora, que praticamente não tem cor, é só brilho. Minha vontade é passar no corpo todinho, hehe. O único problema é que elas são pó solto, que faz uma bagunça maior (na minha opinião).

Blush: uso o blush terracota que tem uma cor super bonita. Ele é bem pigmentado. Não me acostumei muito bem com a embalagem, que tem uma esponjinha pra passar direto porque prefiro passar tudo com pincel.

: fazia um tempão que eu não usava pó. Eu adorei esse, porque senti que ele tem uma cobertura legal e, principalmente no verão, dá pra usar primer + pó no lugar de base. É mais leve e controla aquele brilho de suar muito.

Máscaras de argila: as máscaras de argila vem prontas pra usar, com argila + óleo vegetal. São vários tipos, várias cores. A ideia é muito legal, já que é só passar. Eu confesso que prefiro fazer a mistura na hora com a argila e adicionar óleo essencial, vegetal ou outra coisa conforme a necessidade.

Base super cheirosa e Primer

1. Como surgiu a Bioart?

A Bioart surgiu a partir de um sonho e de uma necessidade pessoal. Tenho a pele muito sensível e alérgica.  Após trabalhar 8 anos na área de matérias primas naturais e orgânicas para cosméticos, percebi o quanto o Brasil estava distante em desenvolver maquiagens ecológicas e foi então que resolvi me dedicar em ser pioneira a criar minha própria seleção de maquiagens ecológicas e que pudessem trazer benefícios de tratamento a pele sem causar alergias.

Comecei idealizando e criando os produtos que eu mais queria usar e não encontrava no Brasil. Esses primeiros desenvolvimentos e criações ocorreram em parceria com laboratórios internacionais que fornecem ingredientes naturais e orgânicos com rastreabilidade e testes clínicos.

2. Qual o diferencial dos cosméticos da bioart de outras marcas?

Argila certificada em granulometria especial, fábrica própria que preza princípios de sustentabilidade desde a seleção de ingredientes até a produção final e processos aplicados na fábrica, enquanto muitas marcas produzem seus cosméticos em outras fábricas terceirizadas.

Rastreabilidade dos ingredientes para garantir que nenhum ingrediente foi testado em animais. A pioneira no Brasil a criar e fornecer refil para maquiagem para poder impulsionar o consumo consciente de reutilização de embalagens. Produtos naturais orgânicos e veganos, conhecimento sobre o processo de extração dos ingredientes na natureza.

Além da preocupação com os ativos, a Bioart se preocupa na forma de extração dos ingredientes no meio ambiente de forma sustentável. Este é um grande diferencial, realmente pesquisar a fonte e os processos para obtenção de ingredientes. Exemplo: muitas empresas utilizam argila. Mas quando pesquiso a fonte, descubro que são argilas extraídas sem garantia de reprodutibilidade e sem manutenção do solo e das plantas ao redor.

A Bioart utiliza argilas de fonte validada pela Ecocert que garante que todo processo seja ecologicamente correto. Posso lhe garantir, pois fui co-criadora da única empresa do mundo que fornece argilas e realmente apresenta todos os requisitos de sustentabilidade, além de testes clínicos que comprovam seus benefícios. Os demais ingredientes utilizados também passam por uma seleção bem criteriosa, pois não basta ser natural. Precisa ser natural e preservar toda a cadeia sustentável.

3. Quais ingredientes que os cosméticos da bioart têm e quais são seus benefícios pra pele?

Essa é a parte que mais me encanta falar. Os benefícios são os que mais devem ser divulgados, pois maquiagem convencional pode obstruir os poros, promover aumento de espinhas e manchas por conta das toxinas e ainda envelhecer a pele.

A Bioart utiliza ingredientes ativos Biomiméticos. Isso significa que imitam naturalmente a composição da pele. Isso faz com que a maquiagem possa receber: hidratação, remineralizacão, aumento de elasticidade, controle de oleosidade, prevenção de rugas, entre outros.

O blush terracota e o pó facial na mesma embalagem que já vem com aplicador

4. Qual o processo de criação dos produtos?

A criação de um produto da Bioart sempre nasce de um sonho de fazer um produto diferente do que já tem no mercado. Se vamos criar um pó facial ele precisa ser diferente, trazer resultados diferentes e ser especial para muitas pessoas. Se criamos uma máscara de argila com ingredientes da Amazônia, procuramos a melhor argila e os melhores ativos em alta concentração para que se possa manter todos os ativos em um pequeno pote. Não pensamos em vender produtos em grandes potes onde os ativos são diluídos para serem mais baratos.

Ouvimos muito a necessidade das clientes Bioart, o que elas sonham, desejam e tem dificuldades para encontrar e aí então, se for possível dentro da linha de natural orgânico, vegano e sustentável nós vamos criar.

5.  Como vocês veem esse movimento da beleza natural e mais consciente aqui no Brasil?

O movimento da beleza natural e orgânica está crescendo. Quando iniciamos em 2010 era ainda um sonho distante, as pessoas não tinham a informação correta e comparavam um produto natural e orgânico com marcas que usam nomes de naturais e não são verdadeiramente naturais.

Outras pessoas ainda têm dificuldade de entender que um produto natural e certificado pela Ecocert não são caseiros ou artesanais e sim que são produtos com muita pesquisa e desenvolvimento em tecnologia verde.

Dúvidas dos leitores do UASL feitas lá no nosso grupo do Facebook:


1. Quais são os conservantes usados nos produtos de vocês (principalmente por conta da argila)?

Nossos conservantes naturais são: Citrus reticulata fruit extract (conservante natural utilizado para conservantes de amplo espectro); Glyceryl Caprylate (conservante natural validado pela lista EcoCert); Citrus aurantium dulcis oil; Tocopherol (vitamina E antioxidante);

Óleos Perfumados – Por se tratar de produto de caráter oleoso (óleos essenciais que auxiliam naturalmente na preservação do produto) além de antioxidante.

Blush, Pó e Sombras – Não possui conservantes por se tratar de pós naturais com características que não favorecem o crescimento de micro organismos. Não possui água como cremes, pó compacto, pasta que são fórmulas que precisam de conservantes.

2. Os produtos são livres de glúten e seguros para celíacos?

Nossos produtos são isentos de glúten e derivados.

As sombras que são lindas e brilham muito e são feitas de mica

3. O que vocês usam pra dar brilho / purpurina nos produtos? É biodegradável? 

Usamos micas, que são pigmentos minerais. Quando empresas naturais e orgânicas usam cores nos produtos, essas cores são de micas minerais aprovadas. As que usamos têm qualidade certificada pelo Ecocert e garantia de controle de que não causam alergias. Os corantes sintéticos, purpurina ou glitter [usados nos cosméticos convencionais] muitas vezes vêm da China e são tóxicos.

A Bioart é uma das únicas marcas do mundo que usa a argila como redução de micas, pois a argila tem um potencial maior para tratamento. A maioria das empresas usam apenas o pigmento das micas.

4. As pessoas sempre querem saber e entender o valor final dos produtos. Por que eles têm esse preço?

São vários itens que fazem um preço de um produto e tudo isso é ligado diretamente a qualidade e certificações. As argilas da Bioart por exemplo, são da única fonte certificada do mundo, que tem um custo altíssimo. A maioria das empresas vem de uma fonte não sustentável. Neste artigo falo deste processo.

Utilizamos o óleo de semente de uva certificado orgânico, enquanto outras empresas que pesquisamos no Brasil, usam um óleo de uva comum e super barato. A maioria das empresas que nós pesquisamos utilizam ingredientes sem justificar a fonte, a Bioart tem uma grande preocupação em pegar um produto de fonte renovável, certificada e com rastreabilidade. Encontramos muitos ingredientes que são testado em animais e são produtos naturais e que se dizem veganos, mas na rastreabilidade é onde detectamos que fazem o teste em animais. Não queremos fazer comparação dos nossos produtos com os demais, mas esta é uma forma de explicar a diferença.

Foram anos de pesquisas para chegar nestes ingredientes, um trabalho de desenvolvimento que envolve países como França, Italia, Japão, então isso requer também um investimento muito alto.

Outro exemplo: uma máscara de argila que vem de uma fonte que faz um monte de buraco na natureza, uma fonte com nenhum teste clínico e se compra por R$10,00 o quilo é diferente das argilas da Bioart, que vem de uma fonte totalmente renovável, onde pagamos em torno de R$100,00 o quilo, uma grande diferença, mas garantimos que não destrói a natureza, e a reprodutibilidade.

Também utilizamos os ativos das oliveiras para substituir os silicones e os petrolatos. São ativos muito especiais, com origem italiana, certificados, conhecemos as fontes e todo o processo de produção.

Outra questão é que a certificação também tem custo, ou seja, pagamos a EcoCert para a vistoria da nossa fábrica, ela tem como lei que sejamos biodegradável, principalmente na produção dos produtos, nossa fábrica tem controle de sustentabilidade que é muito mais caro na produção, sendo que a maioria das empresas não tem fábrica própria. Ou seja, manter uma  estrutura fabril sustentável é muito mais caro que uma estrutura de fábrica comum.

Sobre as maquiagens, não existe maquiagem natural e orgânica no mundo, feita com as argilas micronizada (custo bem elevado de matéria prima) sem que os produtos sejam caros, porque a matéria prima é cara.

Para nosso sabonete, não usamos nenhum tipo de fragrância e sim óleos essenciais de fonte orgânica reconhecida, utilizamos extratos aromáticos que vem dos Estados Unidos, que tem um controle de qualidade excelente e nenhuma empresa no Brasil usa, somente nós.

As embalagens das máscaras de argila


5. Qual a preocupação de vocês com o descarte das embalagens?

Nossa grande preocupação é de não gerar muito lixo, em questão disso somos a única empresa do Brasil que faz Refil de maquiagem e utiliza muito o vidro. Quando é impossível utilizar vidro, por não existir embalagem de maquiagens disponível, utilizamos um plástico que é reutilizado e pode ser descartado em lixo plástico.

Temos o refil de tudo, para que a pessoa tenha aquela embalagem por anos e geralmente tentamos fazer a embalagem resumida, pequena, porque isso causa um impacto também, quanto maior o tamanho da embalagem, maior o volume para transporte.

Temos a preocupação em fazer embalagens menores e produtos não diluídos, altamente concentrados e que não geram tanto impacto. Nossa fábrica sustentável segue todos os princípios de sustentabilidade possíveis e as embalagens também.

Nós recomendamos bastante as outras empresas para que também façam refil, para não gerar tanto lixo, mas ainda não temos a alegria de que todos participem desta causa.

Um comentário