O lugar que a gente mais produz lixo é, com certeza, a cozinha. Ali, onde tudo acontece, onde a gente prepara a comida pra quem a gente gosta, onde a gente faz o café-da-manhã, o almoço e a janta, muito lixo é gerado em sobras, cascas, restos de verduras. Mas também em papel-toalha, papel-manteiga, plástico-filme e papel-alumínio, muito comuns em todas as cozinhas brasileiras.

Produzir menos lixo dá mais trabalho em pensar soluções que realmente colocar elas em prática, viu. Eu cozinho desde que moro sozinha e por isso quase nunca tive esses papéis todos, porque comecei fazendo arroz, feijão e refogados de legumes. Nada que precisasse de muitos preparos, onde geralmente esses ajudantes se encontram. Mas também nunca senti que precisava deles e depois que comecei a prestar atenção no lixo, menos ainda. Eu até descobri soluções melhores! :)

Eles todos acabam não sendo recicláveis porque normalmente são sujos de muita gordura e restos de alimentos. Como ninguém limpa eles antes de jogar fora, sem chance pra reciclagem. No caso dos papéis, até poderia ser colocado na composteira, mas não em excesso (vê aqui as dicas do pessoal da Morada da Floresta sobre o que colocar na composteira)! Por isso é tão importante deixar de usar, pra não gerar um lixo não-reciclável, que não tem como ser usado de novo.

Eu asso muitas coisas em panelas com tampa mesmo! :)

Papel-alumínio


Ao invés de usar papel-alumínio pra forrar fôrmas, passa um óleo vegetal untando a forma. Ajuda MUITO a não grudar e ficar mais fácil de limpar. Se grudar muito, deixa de molho com água quente + bicarbonato de sódio (se for panela eu deixo no fogo fervendo uns minutos). Desgruda tudo. Ou, em casos mais difíceis, amolece o suficiente pra você escovar bem depois. ;)

Pra assar coisas que você envolveria em papel-alumínio na hora de assar: panela com tampa direto no forno! Só cuidado, tem que ser uma panela toda de inox, ferro, barro, que possa ir no forno. Eu já fiz legumes assados, abóbora cabotiá, etc. Funciona superbem, só tem que ter cuidado na hora de tirar a panela que fica SUPER quente. ;)

Guardanapos de pano no lugar de papel-toalha na cozinha

Papel-toalha


Esse é bem simples: use toalhinhas de pano no lugar! Você pode reaproveitar panos de prato mais velhinhos, manchados e gastos pra isso. Depois é só lavar com o sabão de coco e estender pra secar. :)

Pincel de silicone pra untar bem as formas e não precisar do papel-manteiga

Papel-manteiga


Vamos deixar de preguiça que desenformar bolo é bem fácil sem papel-manteiga: só untar bem a forma (eu uso um pincel de silicone lavável pra espalhar o óleo vegetal) e polvilhar a farinha antes de despejar a massa. Pra quem usa pra assar biscoitos, pode comprar um tapetinho de silicone próprio pra isso, vende em lojas de confeitaria. Pra papilotes salgados, use folha de bananeira! Nham.



Descobri depois que postei esse post que existe uma folha de uma árvore que a Neide Rigo (nutricionista, musa das PANCs, uma pessoa marabrilhosa) usa como papel-manteiga. A folha é de sete-copas (das fotos acima), uma árvore bem comum por todo o Brasil. Clica aqui pra ler o post que a Neide explica tudo. Fiquei super animada porque tem muitas árvores dessa perto de mim: só no meu condomínio são duas! Quero testar e em breve conto lá no meu Instagram como foi.

Pra quê plástico-filme se temos potinhos? :) Feijão e doce de banana feitos em casa!

Plástico-filme


Pra guardar comidas em potes, é só usar potes com tampas, ué! Nenhuma dificuldade. Eu uso potes reutilizados tipo de palmito, de molho de tomate e também aqueles tipo marinex. Tento não usar potes de plástico por causa do bisfenol. Pra proteger frutas, verduras cortadas ao meio, dá pra fazer ou comprar uns tecidos encerados. É um tecido com cera por todo ele que você colocar em um potinho e "molda" com o calor das mãos. Protege as comidas e é lavável. :) Clica aqui pra ver do que eu tô falando. Ou você pode ser oldschool como eu e colocar tudo dentro de potinhos com tampa também.