Eu comecei esse blog faz três anos já (!!!) e, nesse tempo, eu me propus a para de produzir lixo devagar. Começou aos poucos e não tem como ser diferente porque a gente já vive uma vida corrida, é difícil pra caramba mudar hábitos. Mas, ao mesmo tempo, é super fácil deixar de produzir lixo em vários lugares porque a solução é simples, barata, fácil na maioria das vezes.

Listei três jeitos fáceis de reduzir o lixo que você produz baseados em todos os problemas que enfrentei, em todo lixo que produzia e deixei de produzir ao longo desses anos e dos lixos que às vezes ainda aparecem aqui em casa porque errei em algumas coisas. A ideia é mostrar que se você chegou aqui só em 2018 não tem problema, tem como começar hoje a reduzir seu lixo e, quem sabe, no fim do ano você chegou ao lixo zero? :)

As fotos mais curtidas do Instagram do blog tão aqui em várias dessas dicas básicas de mudanças ;)


1: Aprenda a dizer não


Recusar é o principal R da lista dos Rs do lixo zero (Recusar, Reduzir, Reutilizar, Reciclar e CompostaR), porque é a partir dele que a gente deixa de produzir muito lixo e de ter que lidar com muitos outros problemas.

É muito legal destralhar a casa, seguir a Marie Kondo e viver uma casa minimalista depois de uma limpeza por todos os cômodos. Mas é muito mais legal ainda se a gente não precisar chegar nesse ponto. Tem muita coisa que a gente aceita que não precisa, depois não usa e vira lixo. Como:

  • Canetas, bloquinhos de papel, caderninhos principalmente em eventos
  • Lembrancinhas e brindes de festas, eventos, lojas que não servem pra nada e você não vai usar
  • Praticamente tudo o que é de graça e brinde em hotel, presente de família, revistas ou livros, tudo o que você já tenha ou não precise
  • Contas em papel que poderiam ser débito em conta ou versão digital
  • Saquinhos plásticos pra carregar compras (leva o seu!)
  • Saquinhos plásticos pra levar vegetais da feira pra casa (leva o seu!)
  • Descartáveis em geral (leva o seu copo!)
  • Recibos de compras feitas no cartão (não precisa, tá no seu extrato!)
  • Embalagens de compras em geral (leva o seu!)
  • Guardanapos (leva o seu!)
  • Canudos (leva o seu!)
  • Sachês de molho (recusa)
  • Desconto pra levar mais 3 daquilo que você não precisa
  • Comidas que você não vai comer e vão estragar na sua geladeira (come o que tem antes!)
  • Cartão de visita (tira uma foto!)
  • Folder de lugar que você já sabe qual é o nome (tira uma foto!)

Todas essas coisas geram uma quantidade chocante de lixo todos os dias na nossa bolsa, casa, vida. Aprenda a recusar descartáveis, a dizer não pra tudo aquilo que não for o que você realmente precisa naquele momento. A diferença na minha vida foi impressionante. Antes sempre tinha recibos perdidos na carteira, a bolsa sempre tinha lixos pra jogar fora e a casa então? Eu costumava passear com uma sacolinha catando todos os papéis por aí pra limpar.

Evitar o lixo antes que ele aconteça é o principal hábito pra manter uma vida lixo zero. E uma vida mais simples. Por isso é o mais importante.

2: Pare de usar descartáveis


Um tipo de lixo que você precisa lutar contra são os descartáveis. Principalmente porque eles normalmente são feitos de plástico e não são reciclados. Hoje em dia os mares e oceanos enfrentam problemas assustadores de contaminação por causa do lixo plástico. isso inclusive já chegou na nossa água da torneira.

Faça algumas trocas simples pra chegar lá:
  • Guardanapos: use o seu de pano, tenha um sempre na bolsa.
  • Copos descartáveis: tenha sempre uma caneca ou um copo retrátil na bolsa pra beber fora de casa sem gerar esse lixo.
  • Garrafa plástica: você pode usar seu copo pra beber água ou carregar sempre uma garrafa de inox cheia d'água.
  • Canudo: um dos maiores contaminantes de plástico dos oceanos atualmente pode ser trocado por um reutilizável de bambu, inox ou até vidro.
  • Absorventes: troque os descartáveis pelos de pano ou por um coletor menstrual.
  • Talheres: tenha um kit com os seus dentro da bolsa e evite os de plástico e também os que vêm embalados em plástico na hora de comer fora.
  • Sacolinhas: leve sempre uma ecobag dentro da bolsa pro caso de precisar comprar algo fora de casa. Faça saquinhos de pano também pra comprar verduras, grãos, pão e outras coisas a granel sem precisar da embalagem do lugar.
  • Depilador / barbeador: use um reutilizável como meu safety razor.

3: Aprenda a fazer você mesmo


Um dos grandes pulos depois que você começou a dizer não para um montão de coisas, passou a carregar esses itens na bolsa pra evitar lixo fora de casa e substituiu alguns itens como absorventes e gilete pra depilação é começar a fazer seus próprios cosméticos e produtos de limpeza.

  • Xampu: use um sólido natural e produza só um papel de embalagem. Dura mais e é mais saudável.
  • Condicionador: use um óleo vegetal se precisar, como finalizador.
  • Sabonete: compre os artesanais naturais e, se tiver na sua cidade, você pode comprar sem embalagem.
  • Pasta de dente: faça a sua em casa usando óleo de coco e bicarbonato de sódio.
  • Sabonete pro rosto: pare de usar e lave o rosto só com água.
  • Sérum de tratamento facial: siga essa receita e use umas gotinhas antes de dormir. Sua pele vai ficar incrível.
  • Desodorante: faça essa receita em creme ou essa líquida em spray e nunca mais tenha problemas com cheiros.
Pra limpar a casa você pode usar basicamente sabão de coco, bicarbonato de sódio e vinagre. Nesse post eu explico todas as trocas que você pode fazer. Também dá pra trocar o sabão em pó comum por esse sabão líquido que é natural, mais barato e tão eficaz quanto.

Minha dica é: vá fazendo tudo aos poucos. Veja o que você precisa primeiro, vá trocando os cosméticos e produtos de limpeza conforme os que você tem em casa vão acabando. Assim essa mudança de estilo de vida vai ser gradual e confortável. Feliz ano novo mais sustentável e com muito menos lixos! :)

→ Você pode comprar esse ebook pra aprender a ter uma rotina de beleza natural com produtos feitos em casa.
→ Você pode comprar esse ebook que tem todas as receitas de produtos de limpeza naturais que você pode imaginar (incluindo tablete pra lava-louças).

8 comentários

  1. Dicas muito boas Cristal! Aos poucos as pessoas vão mudando os seus habitos e recusam mais. Já notei que ao recusar estou também a dar o meu exemplo às pessoas à minha volta e fazem nas pensar.

    ResponderExcluir
  2. Adoro passar aqui no teu cantinho.
    Os teus posts são sempre uma inspiração para mim!
    Muito obrigada pelas tuas partilhas!
    Beijinho grande**

    ResponderExcluir
  3. Já consegui algumas pequenas vitórias: um dia dei a loka em casa e mostrei que a "mania de saquinho" não prestava pra nada, tinha um monte de sacola se desmanchando! Não servia mais para por lixo, só pra por no lixo!
    Já tenho minhas contas no sistema digital, recuso a via do cartão de crédito (às vezes é tão automático que nem dá tempo de recusar!), uso coletor menstrual, sabonete artesanal, faço meu desodorante. Mas a coisa complica quando se trata de mudar os hábitos das outras pessoas da casa... Mas, a gente vai tentando e lutando sempre!
    Uma vitória já tenho: sacola retornável para fazer compras na feira (apesar de vir uns saquinhos pra casa ainda... :(
    Mas a gente segue trilhando o caminho, sempre em frente!

    ResponderExcluir
  4. Pequenas atitudes mudam o mundo. Acho que não terem muita dificuldade em fazer minha parte. Achei as dicas super acessíveis <3
    Vamos melhorar as coisas para nosso planeta!

    ResponderExcluir
  5. O melhor blog do mundo! AMO!!! Parabéns, Cristal! És uma inspiração necessária para todxs nós! Obrigada! <3

    ResponderExcluir
  6. Muito bom seu post. Excelente dicas! Já faço bastante coisa, mas preciso melhorar, principalmente fazendo minhas coisas em casa, como cosméticos e produtos de limpeza. Parabéns pela sua atitude.

    Bjos!

    ResponderExcluir
  7. Muito legal,parabens.
    Estou acordando pra esse assunto e seu blog me ajudou muito.
    Moro na Inglaterra onde o consumismo e desenfreado e o uso de plastico e absurdo, a ponto de embalarem pepino por pepino, maca por maca. Quero ver se consigo conscientizar as pessoas, mas primeiro tenho que mudar minhas atitudes.
    Obrigada pelas dicas....continue com esse trabalho lindo.

    ResponderExcluir