Este post foi gentilmente patrocinado pela Paninhos*

Os dois primeiros Rs do lixo zero criados pela Bea Johnson são 1º recusar e 2º reutilizar. Recusar é super importante e é justamente quando se trata de descartáveis que a gente pode fazer uma baita diferença. Isso porque evitamos um montão de lixo que normalmente não é reciclado. Mas também porque usamos muitas e muitas vezes outras coisas.

Muita gente ainda acha que lavar copos, guardanapos de pano e outras opções reutilizáveis ainda é pior que usar descartáveis de plástico. Principalmente quando o assunto é o gasto de água. O problema é que se a gente olha de uma forma simplista, realmente parece que lavar mais vezes e mais coisas faz gastar muito mais água e ser, na prática, uma ideia pouco ou nada sustentável em si.

Quando a gente olha só na pontinha final, em casa, a gente ignora todo o processo produtivo que fez aquele copinho plástico chegar até nós. Precisamos lembrar que pra um copo plástico existir, foi preciso extrair e refinar o petróleo, transformar em plástico, moldar em formato de copo, embalar, enviar até um mercado ou loja, comprar, usar e descartar. Esse copo (ou canudo, sacola, talher, entre outros descartáveis plásticos) muito provavelmente tem sua vida útil morta ali naquele ponto, logo depois do uso.




A maior parte dos descartáveis não é reciclada, muitos nem recicláveis são! Mas pra serem reciclados a gente precisa limpar e aí já gastamos água. No processo da reciclagem em si, gastamos também energia e outros ingredientes químicos para fazer ou refazer o material, que normalmente perde qualidade e acaba indo pro aterro sanitário de qualquer forma em algum momento. O modelo mais comum de reciclagem não é, como a gente costuma pensar, derreter e refazer 100% aquele material. É o downcycling, uma reciclagem que perde qualidade. É por isso que a Anne Marie falou no último post aqui do blog que o plástico tem uma capacidade limitada de reciclagem e essa reciclagem só adia e não impede que ele chegue no aterro ou no oceano.

Não achei dados concretos (sempre falta fonte confiável) sobre quanto de água se usa pra produzir certos materiais, mas a gente precisa pensar que, de um modo geral, o impacto a longo prazo é maior usando descartáveis. É por isso que não faz o menor sentido que a prefeitura ou o governo do estado (não sei bem quem é responsável por) de São Paulo noticie que em época de seca o melhor é usar descartáveis que copos de vidro. Além de gerar muito lixo a mais, não resolve em nada o problema. Até porque o fabricante do copo, lá na indústria, gasta MUITO mais água que o uso doméstico na cidade (22% comparado a 8%).

Claro que isso não significa que vamos desperdiçar água. Medidas como lavar tudo ao mesmo tempo, usar um sabão natural que não polui depois de usado, não deixar a torneira aberta, lavar os lixos recicláveis usando a água da louça suja, etc. são importantes para que a gente não desperdice!

Trocas legais que você pode fazer


Pra aplicar o 2º R do lixo zero, é preciso reutilizar aquilo que já se tem, reutilizar aquilo que evita os descartáveis, reutilizar aquilo que iria pro lixo.

1) Tenha um kit lixo zero na bolsa


Assim você evita um dos lugares mais fáceis de se usar descartáveis: na rua. Um estojinho com talheres, canudo, guardanapo de pano, copo ou canequinha e, se precisar, hashis. Assim você evita o uso de todas essas versões plásticas na hora de almoçar ou fazer lanche fora de casa – ou de um restaurante. Perfeito pra quem tem aula (crianças a adultos), pra quem trabalha fora, pra quem vive na rua!

Kit lixo zero prontinho da Paninhos, com estojo, talheres e canudo + escovinha. Vem também um guardanapo pra completar o kit!

2) Faça café com filtro de pano


O filtro de papel pra fazer o café pode ser compostado, é verdade, mas como o primeiro R dos 5Rs do lixo zero é recusar, melhor trocar com uma opção que não envolve compra nem descarte. Um filtro de pano é simples, fácil de achar e tem modelos como esse da Paninhos que funciona perfeitamente em cafeteiras elétricas, se for o caso!

Filtro de pano para usar no lugar do de papel para o café coado ou para cafeteiras elétricas.

3) Faça compras a granel com seus saquinhos de pano


E evite os saquinhos de plástico! Leve seus saquinhos de pano para lojas a granel, feiras e mercados e use-os para comprar frutas, verduras, legumes, grãos e mais um montão de coisas na sua embalagem. Assim você evita o plástico e leva só o que precisa.

A Paninhos tem saquinhos de tecido (da esquerda) e saquinhos de telinha (da direita, com a maçã dentro) para fazer feira e compras a granel. Foto: Felipe Machado.

4) Use paninhos e reuse-os sempre


Um paninho como guardanapo também pode ser um furoshiki e virar uma embalagem de presente. Usar sacos, guardanapos e outras coisas de tecido e poder reutilizá-los infinitamente, usar de outras formas além da padrão, ter sempre na bolsa seus salva-guarda. Principalmente se você usar tecidos de reuso, aqueles tecidos abandonados na caixa de costura, sabe? É assim que todos os produtos da Paninhos são feitos: pensando em reduzir o lixo descartável, dando opções reutilizáveis feitas de tecido.

Para fazer vinagre em casa, as ecotampas são ótimas pra deixar respirar, mas cobrir. Foto: Felipe Machado.

* A Paninhos é a nossa alternativa em tecido para diminuir a produção de lixo no dia a dia. Criamos produtos práticos para facilitar o cotidiano das pessoas, tornar a reutilização mais interessante que o descartável e ainda deixar tudo mais charmoso e colorido. Nosso objetivo é incentivar uma vida com menos desperdícios, expandindo esse conceito para todos os aspectos do nosso cotidiano e tornando a sustentabilidade mais atrativa.  
Buscamos difundir o conceito desperdício zero (zero waste), a compra consciente, a reutilização e a reciclagem, mostrando que são hábitos saudáveis, funcionais e econômicos que refletem positivamente na redução do impacto ambiental. MENOS LIXO, MAIS ALEGRIA!

4 comentários

  1. Eu uso paninhos (guardanapos, saquinhos, etc) há bastante tempo e eu sempre os lavo com os panos de prato. Até me deixa mais aliviada saber que vou usar toda a água da lavagem pra mais coisas do que só alguns panos de prato.

    ResponderExcluir
  2. Amei a postagem, sério, super útil, esse lance de lavar e reutilizar ao invês de descartar deveria ser universal, facilita tanto, e vamos concordar que economizamos um tanto!

    http://www.yeah-dreamhigh.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. É muito louco pensar no tempo de produção x tempo de uso. Adorei a postagem, além de informativo, as fotos são lindas.

    ResponderExcluir